Detalhe da notícia
|
CPTM implanta nova tecnologia nos banheiros da Estação da Luz
14/07/2017

A Estação da Luz da CPTM tornou-se a primeira estação metroferroviaria do país equipada com banheiros que não utilizam água para descarga. Os quatro equipamentos foram instalados no dia 10 de julho. A iniciativa é parte do programa da Companhia que busca novas tecnologias sustentáveis para reduzir o consumo de água e gastos com a manutenção decorrente de vandalismo em itens hidráulicos nos sanitários das estações.

O segredo desses equipamentos que dispensam o uso de água e não permitem a passagem do odor da urina está em uma válvula de silicone patenteada, que é inserida no mictório e permite a passagem da urina para o esgoto, mas impede o retorno do odor devido à sua vedação.

Além do ganho ambiental gerado pela economia de 20 mil litros de água por mês, também serão economizados custos de encanamento já que não é preciso instalar canos, registros de água, entre outros itens. A manutenção será simplificada, concentrando-se na troca da válvula, que custa cerca de R$ 120, e dura em média 12.000 usos, ou cerca de seis meses. Outra vantagem dos equipamentos será o consequente desestimulo a ações de vandalismo e furtos nos sanitários.

A CPTM estuda incluir esses tipos de mictório nos projetos de novas estações e também em demais dependências da Companhia.