Detalhe da notícia
|
Edital de licitação para concessão da linha 15-Prata está previsto para novembro deste ano
06/09/2017
Audiência pública para apresentação do projeto foi realizada nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, 6 de setembro, foi realizada no Instituto de Engenharia de São Paulo (avenida Dr. Dante Pazzanese, 120, Vila Mariana) audiência pública para prestar informações gerais sobre o projeto de concessão da linha 15-Prata de monotrilho. A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (STM) deve publicar em novembro deste ano o edital de licitação. 

José Carlos Baptista do Nascimento, diretor financeiro do Metrô, sua equipe e assessores técnicos da STM conduziram a audiência e fizeram os esclarecimentos necessários. A audiência pública é uma das etapas do processo que teve início em 2 de junho do ano passado, quando foi aprovada, preliminarmente, a proposta de concessão durante a 219ª reunião ordinária do conselho diretor do Programa Estadual de Desestatização (CDPED). Em 25 de fevereiro deste ano foi publicado o edital de chamamento público de demandas e receitas não tarifárias. Os estudos apresentados estão em análise.

O próximo passo será a definição e aprovação da modelagem para concessão da operação da linha 15-Prata, com tecnologia de monotrilho. O primeiro trecho da linha, com 2,3 km entre as estações Vila Prudente e Oratório, funciona desde agosto de 2014. Agora as obras estão concentradas no trecho de Oratório a São Mateus, nas quais trabalham 2.000 pessoas. 

As colunas e vigas que compõem a via permanente por onde passarão os trens do monotrilho já estão implantadas até a região da estação São Mateus. Serão mais 13 quilômetros de vias elevadas, 27 novos trens e oito estações com previsão de entrega no primeiro semestre de 2018: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói, Vila União, Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus.